Espada Língua do Dragão

Fala pessoal! Tranquilo?

Hoje trago a história de mais um novo artefato que cadastrei no meu site: http://helprpg.com.br/. Se você ainda nunca cadastrou nada por la, corre lá, crie uma conta rapidinho e comece hoje mesmo a produzir armas, artefatos mágicos, histórias, contos, aventuras e muito mais. 🙂

Sua história

Uma espada mágica com runas dracônicas escritas em si. Sua história começa a mais de 1000 anos quando um jovem meio dragão chamado Hector recebeu deu seu pai esta poderosa espada. Segundo o seu pai a espada já era passada de geração em geração, quando o filho chegasse a idade adulta ele deveria receber a espada e trilhar o caminho de um guerreiro.

Espada Língua do Dragao
Espada Língua do Dragao

Nesta mesma época o reino dos meio dragões estavam em guerra contra os humanos e a presença de Hector com sua nova espada era de grande valia para sua raça. Hector participou de inúmeras guerras com esta espada e matou muitas pessoas com ela. Grande parte de suas vitórias eram decorrente do poder de sua espada que vinha com a mágica habilidade de seus antecessores que eram os dragões.

Os humanos sabiam que a espada era poderosa demais, também sabiam que ela só funcionava por meios específicos na qual eles imaginavam que eram palavras chave para a ativação de seus poderes.

As guerras estavam cada vez mais difícil por conta da vantagem do portador da espada em campo de batalha. Para resolver este problema foi montado uma grande estratégia com a finalidade de sequestrarem Hector para roubar a sua espada e a usarem a seu favor.

Durante um ataque surpresa de espiões humanos contra os meio dragões, Hector foi pego e não conseguiu dar conta de seus adversários. Embora a sua espada lhe oferecesse grande vantagem, desta vez os espiões humanos que ele havia enfrentado eram especialmente treinados para lidar com o combatente portador daquela espada.

Hector percebeu que não havia chance de vitória e por isso preferiu se entregar enquanto tentava desenvolver um plano de fuga em mente.

Por mais que os humanos tivessem a espada em suas mãos, eles não sabiam como utiliza-la. Inúmeras formas de tortura tentaram desvendar os segredos da tão poderosa espada que era chamada pelos humanos de Língua do Dragão por conta de suas habilidades semelhantes a de um dragão.

Hector foi morto enquanto torturado, mas antes de morrer disse que nenhum humano jamais conseguiria empunhar a sua espada pois seus poderes só se revelam somente se um meio dragão empunha-la.

Os humanos acabaram tendo vantagens em seus próximos combates contra os meios dragões por conta deles não terem a espada em mãos. Pouco a pouco os meio dragões foram sendo extintos. Aqueles que sobreviveram fugiram para outras terras e os humanos tomaram seus lugares.

Regras

Esta espada traz consigo o espirito ancestral dos dragões, somente um ser dotado de aspecto racial dracônico ou alguém muito determinado é capaz de empunhar esta espada.

Caso você não pertença a raça meio dragão, deverá fazer um teste de vontade CD 40 para conseguir dominar os espíritos que manipulam os poderes da arma. Do contrário ela não passa de uma arma mundana como qualquer outra de categoria obra prima.

Caso você seja um meio dragão ou tenha se superado pela sua força de determinação, esta espada larga entra em chamas sempre que você saca-la. Esta chama não causa dano a você, mas contra seus inimigos ela causa +4d6 de dano adicional por fogo.

Além disso 3 vezes por dia sua espada pode lançar uma labareda de fogo tão poderosa quanto o sopro de um dragão vermelho. A labareda atinge uma área em cone partindo de você de até 9m. O seu dano causado é 18d6.

Isso explica a tamanha vantagem que Hector tinha durante as guerras. Com apenas uma voz de comando o seu portador pode lança a labareda que consegue atingir inúmeras pessoas dentro a área.

Obs: A voz de comando utilizada para lançar a labareda de fogo é “Yol Al” que em dracônico significa algo como “Fogo destruidor“. Quando um meio dragão empunha esta espada, automaticamente por instinto ele já sabe o nome da palavra chave. O mesmo acontece com um ser de outra raça que supere o teste de vontade. Imagine que os espíritos presente na espada sussurram a palavra chave no ouvido do seu portador.

Bem galera por hoje é só, espero que tenham gostado do artefato. Vocês podem usar em suas aventuras. Caso o sistema seja outro, basta fazer uma simples adaptação de regras.

Vlw, FUI!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s